Pesquisa

5 dicas de cuidados com a pele ressecada

Quando há um desequilíbrio na produção de oleosidade das glândulas sebáceas, ocorre o que chamamos de pele seca. As causas podem ser diversas, incluindo fatores internos e externos, entre eles a própria genética da pessoa, o clima e as condições hormonais do organismo. A pele ressecada pode aparecer em várias regiões do nosso corpo. 

A pele ressecada apresenta alguns sinais bem característicos: coceira, descamação, sensação de esticamento e aparência esbranquiçada e sem viço. Especialistas explicam que quando o manto hidrolipídico, que é uma película protetora da pele, não está adequadamente hidratado, os micro-organismos existentes no local ficam em desequilíbrio, provocando a secura. 

Por isso, hoje trouxemos cinco dicas de cuidados que devemos ter com a pele ressecada. Continue a leitura para ficar por dentro do assunto. 

1- Alimentação saudável

Essa é uma regra básica para um bom funcionamento de todo o nosso organismo. Muitas frutas e legumes, gorduras saudáveis e, obviamente, muita água. A hidratação precisa vir de dentro primeiro. Faz parte desse cuidado com o organismo, por exemplo, evitar o cigarro que, com as milhares de substâncias tóxicas, acelera o ressecamento e o envelhecimento da pele. 

2- Banho quente é prejudicial

Um banho quentinho é muito bom, não é? Porém, a água quente é uma inimiga da pele, pois banhos quentes e demorados estimulam o ressecamento da pele e, por isso, devem ser evitados. É claro que nem sempre é possível tomar banhos frios e algumas pessoas realmente não gostam deles, neste caso prefira os mornos e mais rápidos já que a água morna consegue limpar a pele sem retirar toda a oleosidade da mesma. 

3- Bons sabonetes

A escolha dos sabonetes é muito importante. Procure usar os neutros (até infantis) e hidratantes. Além disso, não precisa usar várias vezes no corpo, uma única vez já é suficiente. Espumas em exagero e sabonetes muito perfumados e antibacterianos costumam agravar o problema da pele ressecada. 

4- Evite buchas e esponjas

Esses são itens que devem ser evitados para quem tem problemas com pele ressecada. O atrito desses materiais em áreas que já são naturalmente mais secas, como os braços, cotovelos, pernas e joelhos, aumentam o problema, principalmente no inverno. Uma boa prática é substituir as buchas e esponjas por toalhinhas de banho, que são mais macias e não retiram as camadas protetoras da pele. 

5- Hidratação externa

Escolher uma boa loção hidratante também é fator essencial para minimizar o ressecamento. Geralmente são usados nestes cremes hidratantes como a glicerina, a vaselina e óleos minerais e vegetais que reparam profundamente a pele, estimulando a produção de lipídios. Há uma reconstituição da pele quando ela é bem hidratada, recuperando o viço e a elasticidade. 

Redobre a hidratação em casos de exposição ao sol e prefira loções e cremes mais neutros, sem substâncias que irritam. No entanto, lembre-se que o sol não é aliado da pele ressecada. Evite-o, principalmente por horas prolongadas. Outro momento que exige atenção e cuidados redobrados como a pele ressecada é no inverno. 

Os cuidados com a pele ressecada devem ser rotineiros, pois só assim é possível restituir e manter a saúde desse órgão, tão importante do nosso organismo. 

No nosso site você encontra um creme facial ideal para os seus cuidados diários. Ele tem como um dos principais benefícios trazer elasticidade, hidratação e firmeza para a pele, além de promover a renovação celular. Visite nosso site para conhecer!

Gostou?! Qua tal compartilhar?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Você pode gostar também

0
Meu carrinho

Digite seu e-mail e senha para acessar sua conta.